Como instalar o PHP 7.2 com xdebug no MacOS

Please follow and like us:

Hoje deixo-vos aqui as instruções, de como instalarem a versão de PHP 7.2 com o xdebug.

Como sabem o MacOs é um sistemas operativos mais estáveis, contudo sofre de alguns males, nomeadamente actualizações específicas de certas aplicações, como por exemplo o PHP.

Para isso, existe um gestor de pacotes, mantido pela comunidade, que poderá ser instalado, chamado de brew.

Vamos então começar por instalar o brew, para isso será necessário correr o seguinte comando:

$ /usr/bin/ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install)"

Quando terminar, é necessário adicionar os pacotes relativos ao PHP:

$ brew tap homebrew/php

e por fim, para instalar a versão 7.2 do PHP e do xdebug, terá de correr as seguintes linhas:

$ brew install php72 php72-xdebug

e vão receber a seguinte mensagem

Error: No available formula with the name "php72-xdebug"
==> Searching for a previously deleted formula (in the last month)...
Warning: homebrew/core is shallow clone. To get complete history run:
git -C "$(brew --repo homebrew/core)" fetch --unshallow

Error: No previously deleted formula found.
==> Searching for similarly named formulae...
==> Searching local taps...
Error: No similarly named formulae found.
==> Searching taps...
==> Searching taps on GitHub...
Error: No formulae found in taps.

Neste momento devem-se estar a questionar o que se passou, mas a realidade é que desde a versão 7.1 do PHP o xdebug custa um bocadinho mais a instalar. Para isso necessitamos agora de instalar o PECL (PHP Extension Community Library).

$ curl -O http://pear.php.net/go-pear.phar
$ sudo php -d detect_unicode=0 go-pear.phar

Na configuração comecem por escolher 1 e carreguem na tecla Enter. Insiram

/usr/local/pear

Carreguem uma vez mais em enter e quando voltar a perguntar, escolha 4 e Enter. Por fim, insiram

/usr/local/bin

e enter.

Neste momento já temos o PHP 7.2 e o PECL instalados, só nos falta o Xdebug. Para isso, vamos executar os seguintes comandos:

$ sudo pecl update-channels 
$ sudo pecl list-all
$ sudo pecl install xdebug

Quando a instalação terminar, deverá aparecer o seguinte

Build process completed successfully

Installing '/usr/local/Cellar/php/7.2.7/pecl/20170718/xdebug.so'

install ok: channel://pecl.php.net/xdebug-2.6.0

Extension xdebug enabled in php.ini

por fim, para validarem que têm a versão correcta, corram

$ php -v

Caso vos apareça o seguinte erro

PHP Warning:  Failed loading Zend extension 'xdebug.so' (tried: /usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so (dlopen(/usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so, 9): image not found), /usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so.so (dlopen(/usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so.so, 9): image not found)) in Unknown on line 0

Warning: Failed loading Zend extension 'xdebug.so' (tried: /usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so (dlopen(/usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so, 9): image not found), /usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so.so (dlopen(/usr/local/Cellar/php/7.2.7/lib/php/20170718/xdebug.so.so, 9): image not found)) in Unknown on line 0

Failed loading /usr/local/php/modules/xdebug.so:  dlopen(/usr/local/php/modules/xdebug.so, 9): image not found

PHP 7.2.7 (cli) (built: Jun 22 2018 06:27:50) ( NTS )

Copyright (c) 1997-2018 The PHP Group

Zend Engine v3.2.0, Copyright (c) 1998-2018 Zend Technologies

    with Zend OPcache v7.2.7, Copyright (c) 1999-2018, by Zend Technologies

Terão de editar o ficheiro /usr/local/etc/php/7.2/php.ini e onde está 

zend_extension="..."

substituam por

zend_extension="/usr/local/Cellar/php/7.2.7/pecl/20170718/xdebug.so"

corram agora

php -v

Neste momento deverão ter a seguinte mensagem

PHP 7.2.7 (cli) (built: Jun 22 2018 06:27:50) ( NTS )

Copyright (c) 1997-2018 The PHP Group

Zend Engine v3.2.0, Copyright (c) 1998-2018 Zend Technologies

    with Xdebug v2.6.0, Copyright (c) 2002-2018, by Derick Rethans

    with Zend OPcache v7.2.7, Copyright (c) 1999-2018, by Zend Technologies

Se por algum motivo, tiverem dúvidas ou acontecer algum erro num dos comandos acima, não hesitem a deixar um comentário.

Apple finalmente reconhece problema de teclados nos MacBooks (Pro)

Please follow and like us:

Após queixas de vários utilizadores sobre problemas nos teclados dos MacBooks e MacBooks Pro, nomeadamente:

  • as teclas ficarem presas,
  • carregarem nas teclas e não acontecer nada e
  • inexplicavelmente as teclas reproduzirem mais do que uma vez o caracter seleccionado.

Finalmente considerou este problemas como sendo devido ao processo de fabrico e como tal, os computadores que tenham os sintomas descritos acima estão ao abrigo do serviço de reparação “Keyboard Service Program for MacBook and MacBook Pro“.

Caso tenho uma MaBook que tenha sido adquirido em 2016 ou 2017, entrem em contacto com os serviços de reparação para sejam arranjados.

Este tipo de situação já não é recente, contudo finalmente a Apple decidiu dar o braço a torcer e aceitar de que se trata de um problema.

The King is Dead, Long live the King… 2

Please follow and like us:

Este ano faz 10 anos que este blog foi criado e podem não acreditar, mas à quase 6 fiz uma migração de WordPress para eZ Publish. Como se sabe nada é definitivo, então em informática muito menos.

Visto isto, vou tentar re-activar o blog que nos últimos anos esteve um pouco abandonado. Como tal a primeira coisa que fiz, foi voltar a migrar para o WordPress. Podem perguntar o que se passou, mas a realidade é que o WordPress é um dos melhores, se não mesmo o melhor sistema de gestão de blogs e como isto é um blog…

Como instalar o PHP 5.6 na última versão do Manjaro

Please follow and like us:

Manjaro Logo

Hoje, passado alguns meses sem nada dizer, resolvi deixar aqui um pequeno tutorial de como instalar a versão do php 5.6 na última versão do Manjaro. Para quem não sabe, o Manjaro é uma distribuição de linux baseada no Arch.

Para instalar a última versão do PHP é fácil, bastando executar

# pacman -S php

Contudo, para uma versão anterior é necessário utilizar o AUR (ArchLinux User Repository).

Vamos começar por instalar os pacotes de desenvolvimento

# pacman -S --needed base-devel

uma vez instalados, é a vez de ir buscar o "pacote" do php 5.6 que ainda não está compilado

$ git clone https://aur.archlinux.org/php56.git
$ cd php56
$ makepkg -si

Após algum tempo têm o php5.6 instalado, para tal necessitam apenas de executar

$ php56 -v

e terão o seguinte

PHP 5.6.31 (cli) (built: Aug  3 2017 14:40:38) 
Copyright (c) 1997-2016 The PHP Group
Zend Engine v2.6.0, Copyright (c) 1998-2016 Zend Technologies

Caso tenham dúvidas não hesitem em deixa um comentário

Como rejeitar um determinado endereço de email no Postfix

Please follow and like us:

Postfix Logo

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial a explicar como podem adicionar um e-mail especifico a ser ignorado no postfix.

Para isso, é necessário começarem por aceder ao directório

$ cd /etc/postfix

Vamos agora criar o ficheiro sender_access

$ vi sender_access

e lá dentro vamos colocar

<a href="mailto:email-a-ignorar@dominio.com">email-a-ignorar@dominio.com</a> REJECT

após guardarem o ficheiro deverão executar o comando

$ postmap hash:sender_access

vamos agora editar o ficheiro principal de configuração do postfix

$ vi main.cf

e na linha que começa com

smtp_sender_restrictions =

vamos adicionar, como primeira entrada

check_sender_access hash:/etc/postfix/sender_access

por fim, só falta recomeçar o postfix, correndo

# /etc/init.d/postfix restart

Agora qualquer e-mail vindo do endereço

email-a-ignorar@dominio.com

será rejeitado.

Como instalar o Ruby On Rails no Debian 8

Please follow and like us:

Ruby on Rails

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial, de como instalar o ruby on rails no debian.

Para quem não sabe, o Ruby on Rails trata-se de uma framework "rails" da linguagem Ruby.

Podem pensar que este tutorial é uma tarefa fácil e que basta seguirem o que diz no site official, contudo não é bem assim.

Vamos então começar por instalar os pacotes necessários

# apt-get install ruby sqlite3 libsqlite3-dev ruby-dev nodejs

Uma vez que já têm os pacotes para correr o ruby, vamos então criar um novo projecto

$ rails new blog

e para verificarmos se está tudo a funcionar basta correr

$ cd blog
$ bin/rails server

e acederem, através do browser, a http://localhost:3000.

Como instalar o Cinnamon Desktop Environment no Debian 8 ?

Please follow and like us:

Cinnamon

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial, que é muito parecido com um que escrevi de como instalar o Cinnamon no Debian 8. 

Para quem não sabe, o Cinnamon é um fork do Gnome 3 que foi inicialmente desenvolvido para a distribuição Mint, de modo a que pudesse "oferecer" o tradicional Gnome 2 mas com algumas novidades do Gnome 3.

Vamos começar por adicionar o repositório do cinnamon ao vosso ficheiro de sources.list

sudo echo 'deb http://packages.linuxmint.com/ debian main import backport upstream romeo' >> /etc/apt/sources.list

Após este passo, é necessário actualizar os vossos repositório executando

sudo apt-get update

e por fim, para instalarem efectivamente o cinnamon

sudo apt-get install linuxmint-keyring cinnamon cinnamon-session

Quando terminar a instalação, basta fazerem logout.

Deverão deparar-se com o seguinte ecrã:

Debian Login

Deverão pressionar a roda dentada e seleccionar "Cinnamon" e por fim proceder ao login

Debian desktop choice

e bem vindos ao cinnamon

Cinnamon Welcome

O que acham deste ambiente alternativo no Debian ?

Foi lançado o Debian 8

Please follow and like us:

Debian Logo

Foi lançada outra versão do Debian, neste caso a versão 8, chamada "Jessie".Para quem não sabe o nome das versões do Debian são baseadas nas personagens do famoso filme de animação Toy Story.

Debian é uma das distribuições de linux mais antigas e considerada, por muitos, das mais estáveis. Esta nova versão continua na mesma linha de estabilidade e qualidade dos pacotes, contudo sofre do mesmo problema de sempre rapidamente rapidamente os pacotes ficam desactualizados apesar de estáveis, o que nitidamente demonstra que é uma distribuição feita a pensar em servidores.

Uma das grandes novidades desta nova versão é o facto de se tratar da primeira versão LTS com suporte de 5 anos e terem substituído o tradicional sysvinit pelo systemd.

Foi lançado o WordPress 4.1 “Dinah”

Please follow and like us:

Wordpress logo

Foi lançada a versão 4.1, denominada "Dinah" do mais famoso gestor de blogs do mundo, o WordPress. Esta nova versão foi lançada em homenagem, como já é habitual, a "Dinah Washington", foi uma cantora e pianista norte-americana, que tem sido considerada "a mais popular artista feminina negra dos anos 50".

As novidades desta nova versão, são:

  • o novo tema Twenty Fifteen, e
  • o novo modo "sem distrações". 

Se quiserem experimentar, podem fazer o download através do seguinte link.

Foi lançado o eZ Publish Community Project 2014.11

Please follow and like us:

Ez Logo

Foi lançada a última versão do eZ Publish versão comunitária, denominada 2014.11. Esta versão é baseada na versão empresarial 5.4, que tem por base a Framework do Symfony 2.5. Caso pretendam saber mais alguma informa sobre o eZ Publish visitem este link.
Podem fazer o download desta versão através do seguinte link.