Vou-vos falar do meu belo dia de hoje, eram 9:20 da manhã e estava a sair de casa para o meu maravilhoso destino (Faculdade). Quando passo pela BP da via rápida em direcção para a costa, cerca das 9 e 40, e resolvo passar na bomba para lavar o carro na lavagem automática.

Tudo corre como habitualmente, primeiro fazem-me a pré-lavagem ao carro e por fim a lavagem automática.
Nem saio do carro e sigo para o destino habitual para ir ter uma aula das 10. Qual não é a minha surpresa quando saio do carro e vejo que me saltou um bocado de tinta do capou, aproximadamente 5 por 2 cm.

Passo-me da marmita, como qualquer um que tenha o mínimo amor ao carro e lá vou eu, uma vez mais, em direcção à bomba onde decorreu o delito à minha bela viatura (Peugeot 207 GT – 1.6 HDI).

Quando cheguei à bomba eram praticamente 10 e 20, após quase uma hora a discutir com o gerente da bomba que teimava que não havia possibilidade de ter acontecido na lavagem, o senhor lá teve o bom senso de preencher o relatório de acidente de ocorreu na BP.

Para terem um pouco a noção do que estou a falar, aqui têm a foto do que se passou.

Resta-me apenas aguardar o contacto da BP para fazerem uma alegada peritagem do acidente, que a meu ver vai ser complicado provar que aquilo aconteceu na lavagem apesar de o meu carro não ter nada antes de ser lavado.

Depois deixo-vos mais sobre o desenrolar da história.

P.S. – Foi a última vez que lavei um carro numa lavagem automática e aconselho a todos a terem cuidado com os vossos carros.

Please follow and like us: