Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial a explicar como podem adicionar um e-mail especifico a ser ignorado no postfix.

Para isso, é necessário começarem por aceder ao directório

$ cd /etc/postfix

Vamos agora criar o ficheiro sender_access

$ vi sender_access

e lá dentro vamos colocar

<a href="mailto:email-a-ignorar@dominio.com">email-a-ignorar@dominio.com</a> REJECT

após guardarem o ficheiro deverão executar o comando

$ postmap hash:sender_access

vamos agora editar o ficheiro principal de configuração do postfix

$ vi main.cf

e na linha que começa com

smtp_sender_restrictions =

vamos adicionar, como primeira entrada

check_sender_access hash:/etc/postfix/sender_access

por fim, só falta recomeçar o postfix, correndo

# /etc/init.d/postfix restart

Agora qualquer e-mail vindo do endereço

email-a-ignorar@dominio.com

será rejeitado.

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial, de como instalar o ruby on rails no debian.

Para quem não sabe, o Ruby on Rails trata-se de uma framework "rails" da linguagem Ruby.

Podem pensar que este tutorial é uma tarefa fácil e que basta seguirem o que diz no site official, contudo não é bem assim.

Vamos então começar por instalar os pacotes necessários

# apt-get install ruby sqlite3 libsqlite3-dev ruby-dev nodejs

Uma vez que já têm os pacotes para correr o ruby, vamos então criar um novo projecto

$ rails new blog

e para verificarmos se está tudo a funcionar basta correr

$ cd blog
$ bin/rails server

e acederem, através do browser, a http://localhost:3000.

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial, que é muito parecido com um que escrevi de como instalar o Cinnamon no Debian 8. 

Para quem não sabe, o Cinnamon é um fork do Gnome 3 que foi inicialmente desenvolvido para a distribuição Mint, de modo a que pudesse "oferecer" o tradicional Gnome 2 mas com algumas novidades do Gnome 3.

Vamos começar por adicionar o repositório do cinnamon ao vosso ficheiro de sources.list

sudo echo 'deb http://packages.linuxmint.com/ debian main import backport upstream romeo' >> /etc/apt/sources.list

Após este passo, é necessário actualizar os vossos repositório executando

sudo apt-get update

e por fim, para instalarem efectivamente o cinnamon

sudo apt-get install linuxmint-keyring cinnamon cinnamon-session

Quando terminar a instalação, basta fazerem logout.

Deverão deparar-se com o seguinte ecrã:

Deverão pressionar a roda dentada e seleccionar "Cinnamon" e por fim proceder ao login

e bem vindos ao cinnamon

O que acham deste ambiente alternativo no Debian ?

Foi lançada outra versão do Debian, neste caso a versão 8, chamada "Jessie".Para quem não sabe o nome das versões do Debian são baseadas nas personagens do famoso filme de animação Toy Story.

Debian é uma das distribuições de linux mais antigas e considerada, por muitos, das mais estáveis. Esta nova versão continua na mesma linha de estabilidade e qualidade dos pacotes, contudo sofre do mesmo problema de sempre rapidamente rapidamente os pacotes ficam desactualizados apesar de estáveis, o que nitidamente demonstra que é uma distribuição feita a pensar em servidores.

Uma das grandes novidades desta nova versão é o facto de se tratar da primeira versão LTS com suporte de 5 anos e terem substituído o tradicional sysvinit pelo systemd.

Foi lançada a versão 4.1, denominada "Dinah" do mais famoso gestor de blogs do mundo, o Wordpress. Esta nova versão foi lançada em homenagem, como já é habitual, a "Dinah Washington", foi uma cantora e pianista norte-americana, que tem sido considerada "a mais popular artista feminina negra dos anos 50".

As novidades desta nova versão, são:

  • o novo tema Twenty Fifteen, e
  • o novo modo "sem distrações". 

Se quiserem experimentar, podem fazer o download através do seguinte link.

Foi lançada a versão 4.0, denominada "Benny" do mais famoso gestor de blogs do mundo, o Wordpress. Esta nova versão foi lançada em homenagem, como já é habitual, a "Benny Goodman", também conhecido como o "Rei do Swing" famoso por tocar Clarinete.

As novidades desta nova versão, são:

  • O novo modo de preview imediato sem haver necessidade de mudar o modo de edição, e a
  • Nova galeria de imagens;

Se quiserem experimentar, podem fazer o download através do seguinte link.

Github

Hoje deixo-vos aqui um pequeno tutorial, que é muito parecido com um que escrevi anteriormente, de como instalar o eZ Publish Community Project 2014.07 através do Github, uma vez que ainda não se encontra disponível no share.ez.no.

Vamos começar por clonar o repositório do ezpublish-community

$ git clone git@github.com:ezsystems/ezpublish-community.git ezpublish

de seguida, vamos fazer o checkout para a release 2014.07

$ cd ezpublish
$ git checkout tags/v2014.07.0

vamos agora buscar o composer, correndo

$ curl -sS https://getcomposer.org/installer | php

Instalar todas as dependências

$ php -d memory_limit=-1 composer.phar install --prefer-dist

Vamos então dar as permissões necessárias

$ sudo chown -R www-data:www-data ezpublish/{cache,logs,config,sessions} ezpublish_legacy/{design,extension,settings,var} web
$ sudo find {ezpublish/{cache,logs,config,sessions},ezpublish_legacy/{design,extension,settings,var},web} -type d | sudo xargs chmod -R 775
$ sudo find {ezpublish/{cache,logs,config},ezpublish_legacy/{design,extension,settings,var},web} -type f | sudo xargs chmod -R 664

Pronto, como podem ver não custa nada

Contrariamente aquilo que possam pensar, fazer um upgrade ao Ubuntu é um processo muito simples e raramente corre mal.

Devo lembrar que não deixa de ser um upgrade e como tal é conveniente que façam backup dos dados não vá terem alguma surpresa.

Basta escreverem na consola o seguinte

$ sudo update-manager -d

o processo começa de imediato e apenas vos pedirá confirmação de alguns passos no processo.

Nota: O upgrade é um processo demorado que poderá durar algumas horas.